Maravilhas do Jalapão: Primeiro dia

Criado em 2001, o Jalapão é o maior parque estadual do estado do Tocantins, com uma área de aproximadamente 1.589 km². Uma unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza localizada na região leste do estado do distribuído pelos municípios de Mateiros e São Félix do Tocantins.

Já planejávamos visitar o local, mas foi através da iniciativa de amigos (Família Oliver, que já apareceu por aqui no post sobre Carolina) que organizamos nossa aventura. Como o área é grande, de difícil acesso e com estradas sem sinalizações e impróprias para veículos pequenos, fizemos um pacote através de uma agência de turismo em Palmas, que incluía: o carro traçado, alimentação, hospedagens e motorista-guia.

Nos encontramos em Palmas: eu, Marco e Felipe fomos de Bernardo Sayão, Rafael veio de Ponta Grossa e Família Oliver veio de São Paulo. Beatriz infelizmente não pode ir conosco. Fizemos a viagem em julho de 2011.

Fomos em dois carros, que nos pegaram no hotel em Palmas bem cedo. Seguimos até Ponte Alta,  considerada o portal de entrada do Jalapão, distante aproximadamente 150 km da capital. Acomodamos nossas coisas em uma pousada bem aconchegante e seguimos para o primeiro dia de aventura.

A primeira parada foi no rio Soninho, onde nos refrescamos e fizemos um delicioso pic nic de almoço. As crianças se divertiram muito , usando as árvores de trampolim para pular no rio.

Seguimos então para a Cachoeira da Fumaça, uma belíssima cortina de fumaça gigante, mas com um volume de águas muito grande, impossibilitando o banho, porém perfeita para algumas fotos.  A forte queda, com cerca de trinta metros de altura, desafia a gente a entender por onde escorre tanta água. O grande volume de água que desce do Rio Soninho desaparece em meio a buracos e fendas esculpidos na paisagem. É hipnotizante observar a dança da água nessa cachoeira.


Que lugar Maravilhoso!! Ficamos ali admirando por um bom tempo: o barulho da água, a brisa, uma energia incrível…

Para quem deseja se refrescar do calor do Jalapão, a pedida é seguir a trilha um pouco mais para cima, onde está a Cachoeira do Soninho Pequena. Difícil até de acreditar que o mesmo rio forma as duas quedas d’água… A cada parada ficávamos mais encantados com a beleza da natureza.

E para finalizar o primeiro dia de trilhas, risadas, comilanças e muuuitos banhos de rio, fomos até o o alto da Pedra Furada. Os carros chegam próximos à entrada, e depois seguimos por uma trilha em uma longa subida. Haja disposição. É preciso esforço para subir… e o fato de estarmos de chinelo não ajudou muito. Mas ainda era o primeiro dia e estávamos animados.

Esculpidos na rocha de arenito em meio ao cerrado, os buracos permitem cenários espetaculares para apreciar o entardecer e, claro, fazer muitas fotos! É o lugar ideal para aquele retrato inesquecível do Jalapão. Do alto da Pedra Furada, é possível ver a imensidão da região e acompanhar o sol se pondo até o último segundo.

Melhor maneira de terminar o dia…

… agradecendo a Deus por tantas bençãos!

Continua no próximo post…com muitas aventuras e lugares incríveis.

Beijos sabor natureza…

Lara Beatriz

3 comentários em “Maravilhas do Jalapão: Primeiro dia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.