Museu Britânico – Londres ðŸ´ó §ó ¢ó ¥ó ®ó §ó ¿

Londres realmente tem muita história… e para registrar essas histórias nada melhor do que museus… O Museu Britânico é um deles, e um dos mais importantes… e o melhor… a entrada é gratuita 😉 a gente adora entradas gratuitas 😜

Ele abriga cerca de 8 milhões 😱de peças históricas para a cultura mundial, motivo que atrai uma enorme quantidade de visitantes todos os anos.

Percorrer todas as dependências do museu e explorá-lo adequadamente levaria alguns dias, por isso compramos um mapa e fomos direto nos objetos mais importantes, por exemplo, a Pedra da Roseta (que fez com que os arqueólogos decifrassem os hieróglifos egípcios), esculturas do Partenon de Atenas na Grécia 🗿(o país pede o retorno desses objetos até hoje), múmias egípcias, antiguidades chinesas, e alguns outros tesouros

Eu adoro visitar museus 🏛principalmente quando encontro peças importantes que aprendi nas aulas de história ( mas preciso admitir que sempre fico me perguntando porque não prestei mais atenção naquela aula🤦🏻‍♀️)

Quando fundado, o Museu Britânico foi o primeiro grande museu público, gratuito, secular e nacional em todo o mundo. E o segundo museu moderno do planeta, depois do Museu de Oxford. Foi pioneiro nos métodos museológicos, trazendo relíquias da História Universal. Em seu acervo permanente, conta com máscaras astecas, moedas do período helenístico, esculturas egípcias e gregas.

A pedra de Roseta é muito importante por ser considerada a chave para decifrar os hieróglifos egípcios, por conter um decreto em três formas diferentes, hieróglifos, demótico (variação do egípcio) e grego antigo. Foi descoberta por soldados de Napoleão perto da cidade de el-Rashid (Rosetta). Com a derrota de Napoleão para as forças britânicas, sob os termos do Tratado de Alexandria, a Rosetta Stone passou para a guarda do Império Britânico.

A pedra está no Museu  desde 1802, e só foi retirada uma vez, durante os bombardeios nazistas da Segunda Guerra, para ficar protegida no subsolo de uma estação em Holborn.

Pausa para um descanso… pra mostrar que não sou a única que cansa nos passeios (o que estaria Felipe comendo dentro do Museu🤔??)

O Museu Britânico realiza também algumas exposições temporárias, e na época em que fomos estava acontecendo um amostra com as principais obras de Auguste Rodin, famoso escultor francês que tem entre suas principais obras “O pensador”.

Olhem essa frase do próprio artista falando sobre sua obra que interessante: …”O que faz meu Pensador pensar é que ele pensa não só com o cérebro, mas também com suas sobrancelhas tensas, suas narinas distendidas e seus lábios comprimidos. Ele pensa com cada músculo de seus braços e pernas, com seus punhos fechados e com seus artelhos curvados.”

Lindo né… o museu todo é incrível😍!!

Outra obra muito visitada no Museu são as peças de Xadrez Lewis. Representando Reis e Rainhas sentados, Cavaleiros Montados e Bispos, estas belas peças de xadrez foram feitas de marfim de morsa e dentes de baleia. A data de sua criação, provavelmente na Noruega, é estimada em 1150-1200 D.C. Elas foram encontradas na Ilha de Lewis, na Escócia, em 1831, por isso tem esse nome.

Enfim gente, sei que não tem graça falar sobre museu. Legal é ir até lá e deixar que os olhos captem os objetos que mais chamem sua atenção, os mais interessantes, os que te fazem recordar das aulas, filmes e livros. Uma experiência que sempre vale a pena, e nesse caso, não custa nada experimentar: a entrada é de graça🙃😆

Beijos a todos com carinho 💋😘

Lara Beatriz 🌹❤️

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.